Terreno Selvagem 2

(2022)

Disponível para digressão
Terreno Selvagem trata-se de uma trilogia de teatro em três partes inspirado na experiência dos atores Pedro Gil e Raquel Castro enquanto pai e mãe de duas filhas que, juntamente com o escritor Miguel Castro Caldas (em regime de cocrição), inventaram duas personagens filhas, para as quais inventaram também uma personagem pai e uma personagem mãe, entre outras.
A primeira parte que estreou em 2016, no Teatro Nacional Dona Maria II, é inspirada nos primeiros 5 anos de vida e a segunda parte que estreou em 2022, no São Luíz Teatro Municipal, é inspirada nos anos dos 6 aos 10. Em Terreno Selvagem as personagens vivem numa sala de jantar metida dentro de uma sala de teatro. O público vivo olha para a vida das personagens e dos atores. À medida que o tempo passa todos se vão afastando cada vez mais do começo.

 

Criação e dramaturgia Miguel Castro Caldas, Pedro Gil e Raquel Castro Texto Miguel Castro Caldas Interpretação Pedro Gil e Raquel Castro Cenografia e Figurinos Rita Lopes Alves Construção de Cenário Manuel Lobão Assistente de Cenografia Joana Sousa Luz Daniel Worm Som Pedro Costa Registo Vídeo João Gambino Direção de produção Mariana Venes Assistência de Produção e Comunicação Bernardo Carreiras Assistência de Encenação (estagiária) Marta Guimarães Residência de coprodução O Espaço do Tempo Coprodução Razões Pessoais, Teatro Municipal do Porto e São Luiz Teatro Municipal Estreia 26 de outubro de 2022 no São Luiz Teatro Municipal Digressão Teatro Municipal do Porto – Rivoli

[1] Mulheres ao Palco