As Castro

(2023)

Disponível para digressão

A árvore genealógica de Raquel Castro é o ponto de partida de As Castro.

300 pessoas, a maior parte delas mortas, com os seus nomes, lugares onde viveram e profissões, dão o mote para escarafunchar as histórias desta família. Vai falar-se de muitas mães. De mães de mães de mães de filhas. E claro, de maridos e de pais, do tempo que era outro, e deste lugar que vem sendo Portugal. Histórias estranhamente ainda capazes de nos tirar o sono.

As Castro é a nova criação de Raquel Castro, na linha de espetáculos anteriores como Os Dias São Connosco, Turma de 95 ou A Morte de Raquel.

CLIPPING

Direção artística e texto Raquel Castro Interpretação Raquel Castro, Sara Inês Gigante, Sara de Castro, Tânia Alves, Tónan Quito Apoio dramatúrgico Pedro Gil Apoio à criação Sara Inês Gigante Cenografia Joana Subtil Execução de arte Thibaut Dewart, Rafael Sabino Figurinos José António Tenente Desenho de Luz Daniel Worm Pesquisa genealógica Rui Árias Ribeiro Direção de produção Mariana Venes Produção Razões Pessoais Coprodução Teatro Nacional D. Maria II, A Oficina
Residência artística CAMPUS Paulo Cunha e Silva Apoio Lavandaria&Engomadoria Deixa o Amor Passar, Cabeleireiro Luís Lemos, Ficha Tripla, CRS Advogados, Coffeepaste, Vinhos Rosa Santos Família, Santos Monteiro – Tailor Made Rugs, Teatro Praga Estreia 16 de junho de 2023 no Cine-Teatro Paraíso integrado na Odisseia Nacional do TNDMII  Digressão Quartel das Artes em Oliveira do Bairro, Centro Cultural Vila Flor em Guimarães, Teatro Municipal da Covilhã, Centro Cultural do Cartaxo, Centro de Artes do Espectáculo de  Portalegre e Teatro Municipal de Faro

[1] Mulheres ao Palco

[1]